POTENCIAL DE TRANSFERÊNCIA DE SEDIMENTOS DAS BACIAS CONTRIBUINTES DO SISTEMA CÁRSTICO TERRA RONCA

Ana Caroline da Silva Faquim, Márcio Henrique de Campos Zancopé, Luis Felipe Soares Cherem

Resumo


O Índice de Potencial de Transferência de Sedimentos (PTS) estima a capacidade da rede de drenagem transportar sua carga sedimentar. Este trabalho calcula e compara o PTS de bacias de 2ª, 3ª e 4ª ordem hierárquica, cujos canais drenam e proveem sedimentos para dentro das cavernas do Parque Estadual Terra Ronca (PETeR), no nordeste de Goiás. Identificaram-se 438 bacias de 2ª ordem com baixo valor de PTS em um total de 863 bacias, 83 bacias de 3ª ordem de valor médio em um total de 194 bacias e 16 bacias de 4ª ordem com valor médio em um total de 37 bacias de hierárquica. As bacias hidrográficas da área têm capacidade moderada a baixa de lançar sedimentos nas cavernas do PETeR.
Palavras-chave: Parâmetros morfométricos, rede de drenagem, geomorfologia fluvial.



DOI: https://doi.org/10.5216/bgg.v37i3.50765

 

Endereço:

UFG – Universidade Federal de Goiás - Instituto de Estudos Sócio-Ambientais – IESA Campus II, Conjunto Itatiaia, Caixa Postal 131, Goiânia- Goiás- Brasil.

  Esta obra está licenciada sob uma Creative Commons Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Permissions beyond the scope of this license may be available at: http://www.revistas.ufg.br    

 

 

Indexações e Bases Bibliográficas

 

 

PROGRAMA DE PLÁGIO UTILIZADO:

 

FINANCIAMENTO:




APOIO:

Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Goiás

Portal de Periódicos Eletrônicos da Universidade Federal de Goiás

Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás