DIAGNÓSTICO GEOAMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA SEMI-ÁRIDA DO RIO ACARAÚ: SUBSÍDIOS AOS ESTUDOS SOBRE DESERTIFICAÇÃO - DOI 10.5216/bgg.v28i1.4900

Autores

  • Flávio Rodrigues do Nascimento Universidade Federal Fluminense
  • Sandra Batista da Cunha Universidade Federal de Goiás
  • Marco José de Souza Universidade Federal de Goiás
  • Maria Lucia Brito da Cruz Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v28i1.4900

Palavras-chave:

Rio Acaraú, bacias hidrograficas, desertificação

Resumo

O presente artigo trata do Diagnóstico Geoambiental da Bacia Hidrográfica semi-árida do Rio Acaraú que abrange parte da porção centro-norte do Estado do Ceará. Portanto, o objetivo do trabalho é mostrar a compartimentação geoambiental desta bacia, destacando uma análiseambiental sobre os recursos naturais. Registra-se ainda que a bacia em foco abriga um diversificado mosaico de sistemas ambientais que sofreram expressivas transformações motivadas pelo processo histórico de uso e ocupação da terra. Diante de uma relação conflituosa entre sociedade e natureza nos sertões de clima semi-árido, sobressai na bacia, a desertificação como conseqüência da degradação ambiental.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-10-2008

Como Citar

Nascimento, F. R. do, Cunha, S. B. da, de Souza, M. J., & da Cruz, M. L. B. (2008). DIAGNÓSTICO GEOAMBIENTAL DA BACIA HIDROGRÁFICA SEMI-ÁRIDA DO RIO ACARAÚ: SUBSÍDIOS AOS ESTUDOS SOBRE DESERTIFICAÇÃO - DOI 10.5216/bgg.v28i1.4900. Boletim Goiano De Geografia, 28(1), 41–62. https://doi.org/10.5216/bgg.v28i1.4900

Edição

Seção

Artigos