A NOVA REGIÃO MINERADORA DE GOIÁS: UMA PROPOSTA DE DELIMITAÇÃO - DOI 10.5216/bgg.v35i2.37433

Autores

  • Ubajara Berocan Leite Universidade Federal de Goiás
  • Marília Steinberger

DOI:

https://doi.org/10.5216/bgg.v35i2.37433

Resumo

A descoberta de ouro em território goiano no século XVIII do período colonial brasileiro configurou uma regiãohistoricamente chamada de mineradora que abrangia Vila Boa de Goiás, Meia Ponte, Crixás, São José doTocantins, Guarinos e Pilar de Goiás, entre outros lugares. A partir de meados da primeira década dos anos2000, o norte de Goiás passou a concentrar cerca de três quartos da produção mineral do estado em termosde exportação e arrecadação tributária. Essa produção caracteriza-se pela pluralidade de minérios e peladiversidade locacional das ocorrências minerais. Tal fato sugere a configuração de uma nova região mineradoraem Goiás, cuja proposta está baseada em concepções clássicas e contemporâneas do conceito de região. Suadelimitação envolve quinze municípios onde a mineração exerce um protagonismo na articulação interna eexterna com outras regiões do estado, do país e do mundo para as quais exporta amianto, níquel, cobre e ouro.

Palavras-chave: região, mineração, Goiás.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

22-07-2015

Como Citar

Berocan Leite, U., & Steinberger, M. (2015). A NOVA REGIÃO MINERADORA DE GOIÁS: UMA PROPOSTA DE DELIMITAÇÃO - DOI 10.5216/bgg.v35i2.37433. Boletim Goiano De Geografia, 35(2), 305–320. https://doi.org/10.5216/bgg.v35i2.37433

Edição

Seção

Artigos