A EXPANSÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR NO CERRADO E NO ESTADO DE GOIÁS: ELEMENTOS PARA UMA ANÁLISE ESPACIAL DO PROCESSO - DOI 10.5216/bgg.V30i1.11203

  • Selma Simões de Castro Universidade Federal de Goiás
  • Klaus Abdala Universidade Federal de Goiás
  • Adriana Aparecida Silva Universidade Federal de Goiás
  • Vonedirce Borges Universidade Federal de Goiás

Resumo

No bioma cerrado, em particular nos estados de Goiás e Mato Grosso do Sul, vem ocorrendo a expansão das áreas de monocultura da cana-de-açúcar, desde o final do século passado, mas intensificada a partir de 2007. O objetivo deste artigo é avaliar a área de expansão da cultura, destacando o estado de Goiás, através de estudos de mudanças de uso do solo, focalizando a substituição de áreas de cultivo, sobretudo de grãos e de pastagem. Destaca-se a região Sul Goiano e suas microrregiões Meia Ponte e Quirinópolis, como foco principal desse processo no período considerado. Conclui-se que a expansão vem percorrendo a mesma direção da expansão da fronteira agrícola do cerrado nos anos 70 do século passado e que os impactos ambientais diretos e indiretos dessa expansão não estão sendo devidamente considerados em escalas mais detalhadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
31-08-2010
Como Citar
Simões de Castro, S., Abdala, K., Aparecida Silva, A., & Borges, V. (2010). A EXPANSÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR NO CERRADO E NO ESTADO DE GOIÁS: ELEMENTOS PARA UMA ANÁLISE ESPACIAL DO PROCESSO - DOI 10.5216/bgg.V30i1.11203. Boletim Goiano De Geografia, 30(1), 171-190. https://doi.org/10.5216/bgg.v30i1.11203
Seção
Artigos