HISTÓRIA AMBIENTAL AGRÁRIA: UMA REFLEXÃO DIALÉTICA SOBRE O ESPAÇO RURAL BRASILEIRO - DOI 10.5216/bgg.V30i1.11192

  • Adão José Vital da Costa Universidade Federal de Pelotas
  • José Geraldo Wizniewsky Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

Este artigo trata da contribuição da história ambiental a partir da análise dos seculares ciclos agrários brasileiros, traçando paralelos entre o latifúndio monocultor-exportador, as pequenas unidades de produção alimentar e os impactos socioambientais causados pelos dois modelos, nos tempos e espaços, ao longo do processo civilizatório brasileiro. Trata-se de um questionamento ecológico e humano destinado a ampliar a reflexão agroecológica, tendo como locus o espaço geográfico. Por intermédio do método dialético, este artigo reflete a respeito da essência dos fatos e conflitos econômicos, socioambientais e ético-culturais presentes na história agrária brasileira; analisa ainda os elos políticos que articularam o diferencial cumulativo de capital entre um e outro ciclo agrário, bem como as causas da (des) organização dos sistemas de produção de alimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
31-08-2010
Como Citar
Vital da Costa, A. J., & Wizniewsky, J. G. (2010). HISTÓRIA AMBIENTAL AGRÁRIA: UMA REFLEXÃO DIALÉTICA SOBRE O ESPAÇO RURAL BRASILEIRO - DOI 10.5216/bgg.V30i1.11192. Boletim Goiano De Geografia, 30(1), 35-49. https://doi.org/10.5216/bgg.v30i1.11192
Seção
Artigos