Identidade e cultura nos campos de cima da Serra (RS): práticas, saberes e modos de vida de pecuaristas familiares produtores do Queijo Serrano - DOI 10.5216/ag.v4i2.9908

  • Evander Eloí Krone
  • Renata Menasche

Resumo

Situada no Sul do Brasil, no Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul (RS), a região dos Campos de Cima da Serra tem na pecuária em sistema de campo nativo uma de suas principais atividades econômicas. As famílias rurais estudadas desenvolveram, juntamente ao sistema de produção da pecuária de corte, a atividade de produção artesanal de um queijo característico da região, o Queijo Serrano. A tradição secular da produção desse queijo foi transmitida de geração a geração, sem grandes mudanças. Apesar de toda a importância histórica, econômica e cultural do Queijo Serrano, as famílias dos produtores tradicionais têm visto seu saber-fazer sendo apropriado por outros grupos de produtores, “melhor adaptados” do ponto de vista técnico e econômico. O presente trabalho busca evidenciar essa disputa, mostrando que as famílias dos produtores tradicionais de Queijo Serrano criaram um sistema de classificação para identificar-se e diferenciar-se dos demais produtores de queijo. Nesse contexto, também busca analisar as políticas públicas engendradas atualmente pelo Estado a fim de proteger o saber-fazer, a cultura e o modo de vida associados à produção artesanal de produtos tradicionais como o Queijo Serrano.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
13-05-2010
Como Citar
Krone, E. E., & Menasche, R. (2010). Identidade e cultura nos campos de cima da Serra (RS): práticas, saberes e modos de vida de pecuaristas familiares produtores do Queijo Serrano - DOI 10.5216/ag.v4i2.9908. Ateliê Geográfico, 4(2), 61-85. https://doi.org/10.5216/ag.v4i2.9908
Seção
Artigos