Geografia e escalas: o lugar das escalas cartográfica, espacial e geográfica

Autores

  • Ivanilton José Oliveira Universidade Federal de Goiás, Goiânia, Goiás, Brasil.
  • Patrícia de Araújo Romão Universidade Federal de Goiás, Goiânia, Goiás, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-3607-4373

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v15i1.66585

Resumo

Para demonstrar o lugar dos conceitos das escalas cartográfica, espacial e geográfica, e entender sua influência e os sentidos que lhes são atribuídos, apresentam-se contribuições oriundas de uma pesquisa bibliométrica. A metodologia consistiu em pesquisa bibliográfica exploratória de artigos e livros, em bases digitais disponíveis no Google Scholar e no Scopus-Elsevier, cuja seleção das obras privilegiou um inventário quali-quantitativo dos trabalhos publicados. Como resultado da análise, destaca-se um entendimento da escala a partir de dimensões filosóficas, políticas e sociais, além do aspecto espacial. Em relação ao uso dos conceitos nas publicações, a escala espacial é absolutamente majoritária. E quanto à reflexão realizada sobre os conceitos, sobressai a ideia de que, enquanto na Geografia há ainda certa indefinição quanto ao conceito de escala geográfica, em áreas como a Ecologia a adoção do termo “escala espacial” é pacífica, ao menos do ponto de vista metodológico. E, por fim, muitas das críticas à analogia cartográfica demonstram o equívoco de associar o mapa apenas às restrições impostas por sua escala de representação.

Palavras-chave: escala, escala espacial, escala geográfica, escala cartográfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

20-04-2021

Como Citar

Oliveira, I. J., & de Araújo Romão, P. . (2021). Geografia e escalas: o lugar das escalas cartográfica, espacial e geográfica. Ateliê Geográfico, 15(1), 148–169. https://doi.org/10.5216/ag.v15i1.66585

Edição

Seção

Artigos