Trajetória espaço-temporal de uma corporação em rede: a evolução multifuncional do Grupo Algar

Autores

  • Fernando Fernandes de Oliveira Instituto Federal Goiano – Campus Avançado Ipameri, Goiás, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v15i1.64959

Resumo

As corporações multifuncionais e multilocalizadas maximizam vantagens executando difusão espacial e diversificação funcional. No entanto, o ímpeto por constante expansão não prescinde dos acertos político-institucionais necessários à criação de espaço novo aos capitais acumulados. Logo, são organizações que exercem flagrante influência sobre os processos de produção do espaço geográfico. Este trabalho analisa as espacialidades do Grupo Algar, considerando os seus recortes de horizontalidades e de verticalidades, bem como a sua organização em rede. Para tanto, embrenha na arena das estratégias espaciais, organizacionais e sociopolíticas que permeiam o caso em tela, no escopo de clarear as capacidades de influência, de barganha e as precípuas relações de poder. Os procedimentos metodológicos basearam-se em pesquisa bibliográfica, documental e no mapeamento das informações obtidas. A análise aponta, assim, que as espacialidades do Grupo Algar se fazem como um amálgama das distorções intrínsecas à divisão territorial do trabalho em vigência no país.

Palavras-chave: Espaço, corporação, redes técnicas e organizacionais, Grupo Algar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

20-04-2021

Como Citar

Fernandes de Oliveira, F. (2021). Trajetória espaço-temporal de uma corporação em rede: a evolução multifuncional do Grupo Algar. Ateliê Geográfico, 15(1), 122–147. https://doi.org/10.5216/ag.v15i1.64959

Edição

Seção

Artigos