Uso corporativo do território e a nova divisão territorial do trabalho da indústria do vestuário no Rio Grande do Norte

  • Leonardo da Silva Galindo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Francisco Fransualdo de Azevedo Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Resumo

A produção do vestuário no Rio Grande do Norte (RN) caracterizava-se pela concentração de empresas e empregos em Natal. Recentemente houve redução dessas variáveis na capital, enquanto observou-se movimento contrário no interior do estado. O objetivo deste artigo é compreender as transformações na divisão territorial do trabalho da indústria do vestuário no RN. A metodologia contemplou revisão bibliográfica, sistematização de dados secundários e pesquisa empírica. Constatamos uma redefinição da divisão do trabalho, com agentes promovendo um uso corporativo do território. Este provoca a dispersão de unidades produtivas que realizam serviços de costura para municípios do Seridó potiguar. Já as grandes fábricas continuam no comando da produção realizando outras etapas do processo produtivo em Natal e Parnamirim. A terceirização da costura consolidou no Seridó uma divisão interna do trabalho voltada ao setor têxtil e de confecções, com alguns municípios realizando a costura para grandes indústrias, e outros se especializando em produzir acessórios do vestuário e artefatos têxteis para uso doméstico.

Palavras-chave: Rio Grande do Norte; vestuário; divisão territorial do trabalho; terceirização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo da Silva Galindo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Mestre e licenciado em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Atualmente é professor de geografia pela rede pública de ensino do estado do Rio Grande do Norte.

Francisco Fransualdo de Azevedo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente é Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Docente Permanente dos Programas de Pós-Graduação em Geografia e Turismo.

Publicado
20-04-2020
Como Citar
Galindo, L. da S., & Azevedo, F. F. de. (2020). Uso corporativo do território e a nova divisão territorial do trabalho da indústria do vestuário no Rio Grande do Norte. Ateliê Geográfico, 14(1), 27-46. https://doi.org/10.5216/ag.v14i1.60143
Seção
Artigos