A deriva e a psicogeografia e suas possibilidades para os trabalhos de campo em Geografia Urbana

  • Glauco Roberto Gonçalves Universidade Federal de Goiás, Goiânia-GO

Resumo

Deriva e psicogeografia são propostas prático-teóricas elaboradas pela Internacional Situacionista com o intuito de desvendar criticamente o cotidiano atrelado ao processo de urbanização. Este artigo oferece um percurso constitutivo destas propostas ao longo da história da Internacional Situacionista e tenta estabelecer as relações e razões pelas quais a deriva e a psicogeografia constituem ferramentas de grande valia para os trabalhos de campo em Geografia Urbana.

Palavras-chave: psicogeografia; deriva; Internacional Situacionista; trabalho de campo em Geografia Urbana; urbano e vida cotidiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glauco Roberto Gonçalves, Universidade Federal de Goiás, Goiânia-GO

Estudou Geografia (bacharelado e licenciatura) na Universidade de São Paulo, onde também realizou sua pesquisa de mestrado, bem como sua pesquisa de doutorando em Geografia Humana. É membro do LUDENS (Núcleo interdiciplinar de pesquisas sobre o futebol e modalidades lúdicas). É professor Adjunto da Universidade Federal de Goiás.

 

 

Publicado
20-12-2019
Como Citar
Gonçalves, G. R. (2019). A deriva e a psicogeografia e suas possibilidades para os trabalhos de campo em Geografia Urbana. Ateliê Geográfico, 13(3), 100-111. https://doi.org/10.5216/ag.v13i3.58750
Seção
Artigos