A cooptação de agentes do sistema penitenciário como forma de integração dos presídios às redes territoriais externas do tráfico de drogas no estado do Pará

Resumo

Este estudo buscou compreender a percepção de agentes da segurança pública do Estado do Pará a respeito do estabelecimento e manutenção de relações e cooptação de agentes do sistema penitenciário como forma de integração dos presídios às redes territoriais externas do tráfico de drogas. Utilizou-se o método hermenêutico e dialético, sob uma abordagem qualitativa, com o emprego de técnicas de coleta de dados por entrevistas, seguida de uma análise de conteúdo das falas. Como resultados, identificou-se que os agentes do sistema penitenciário, por sua ampla circulação dentro e fora das cadeias, representam um trunfo para o tráfico. Revelaram-se, ainda, as formas de sua cooptação e atuação, bem como problemas relativos ao processo seletivo empregado para sua contratação.

Palavras-chave: Sistema penitenciário do Pará; Cooptação de agentes prisionais; Redes do tráfico de drogas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
20-12-2019
Como Citar
Netto, R. M. R., Chagas, C. A. N., & Almeida, L. S. (2019). A cooptação de agentes do sistema penitenciário como forma de integração dos presídios às redes territoriais externas do tráfico de drogas no estado do Pará. Ateliê Geográfico, 13(3), 157-174. https://doi.org/10.5216/ag.v13i3.58269
Seção
Artigos