Contribuição dos geoindicadores como ferramenta na identificação dos processos erosivos associados a Antropogeomorfologia

  • Ana Carolina Barbosa Pereira Dinotte Instituto Federal de Minas Gerais
  • Cecília Félix Andrade Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais
  • Hygor Aristides Victor Rossoni Universidade Federal de Viçosa

Resumo

As alterações de origens antrópicas identificadas nos processos de expansão urbana, supressão da vegetação, impermeabilização do solo, alterações no ciclo de drenagem e suas influências nas diversidades dos sistemas ambientais, são caracterizados como aspectos que podem gerar impactos ambientais negativos. A partir desta temática, se faz necessário o desenvolvimento de técnicas que possibilitem a compreensão da extensão temporal destas modificações. Desde então, a proposta de utilização de geoindicadores mais específicos, vem sendo amplamente abordada dentro do meio científico como um método de auxílio no reconhecimento das prováveis mudanças identificadas na paisagem, no espaço e escalas temporais que podem contribuir na identificação de prováveis impactos ambientais e ou no planejamento de ações mitigadoras. Assim, o presente artigo teve como objetivo compreender o papel dos geoindicadores na identificação das prováveis alterações originadas a partir de ações antropogênicas em ambientes urbanizados. Além disso, propõe apresentar e discutir as diferentes propostas de geoindicadores que podem ser utilizados na identificação de modificações hidrogeomorfológicos diagnosticadas em áreas urbanas.

Palavras-chave: Geoindicadores. Geomorfologia antropogênica. Urbanização. Antropogeomorfologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carolina Barbosa Pereira Dinotte, Instituto Federal de Minas Gerais

Mestranda no programa de Desenvolvimento Sustentável e Tecnologia Ambiental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, especialista em Gestão da Qualidade Integrada ao Meio Ambiente pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, graduada em Geografia e Análise Ambiental pelo Centro Universitário de Belo Horizonte, professora convidada em cursos de pós graduação na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Analista de Sistema Integrado de Gestão na TSEA Energia.

Cecília Félix Andrade Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais

Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em Ciência Florestal pela Universidade Federal de Viçosa, graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais.

Hygor Aristides Victor Rossoni, Universidade Federal de Viçosa

Doutor em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestre em Ciência Florestal pela Universidade Federal de Minas Gerais, Graduado em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Viçosa, professor efetivo da Universidade Federal de Viçosa.

Publicado
21-04-2020
Como Citar
Barbosa Pereira Dinotte, A. C., Andrade Silva, C. F., & Victor Rossoni, H. A. (2020). Contribuição dos geoindicadores como ferramenta na identificação dos processos erosivos associados a Antropogeomorfologia. Ateliê Geográfico, 14(1), 155-173. https://doi.org/10.5216/ag.v14i1.57150
Seção
Artigos