Produção agrícola no estado do Mato Grosso e a relação entre o agronegócio e as cidades: o caso de Lucas do Rio Verde e Sorriso

  • Eduardo von Dentz Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Nas últimas duas décadas, principalmente, a produção agrícola do estado do Mato Grosso teve uma grande evolução, tendo transformado o estado no maior produtor nacional de grãos, com destaque para as culturas de soja, milho, algodão e girassol. Ao passo que a produção agrícola cresceu, foi se percebendo uma estreita relação entre o agronegócio e as cidades. Por essas questões, o objetivo desse artigo é demonstrar a dinâmica recente da produção agrícola do estado do Mato Grosso e a relação do agronegócio com as cidades. Metodologicamente o artigo foi construído através da revisão bibliográfica, levantamento de dados e trabalhos de campo. Como resultados principais, pode-se dizer que o potencial agrícola do Mato Grosso cresceu muito em função dos incentivos das políticas de Estado e do favorecimento das condições edafoclimáticas que as terras do Mato Grosso oferecem. Na relação entre o agronegócio e as cidades, é possível afirmar que a antiga sobreposição ou submissão de um em relação ao outro não pode ser aplicada a este cenário, haja vista que identificamos uma relação de complementariedade entre o agronegócio e as cidades.

Palavras chave: Produção agrícola; Agronegócio; Cidade; Mato Grosso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo von Dentz, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando em Geografia pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestre em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus Francisco Beltrão e graduado em Geografia pela Universidade Federal da Fronteira Sul, campus Chapecó.

Publicado
20-08-2019
Como Citar
von Dentz, E. (2019). Produção agrícola no estado do Mato Grosso e a relação entre o agronegócio e as cidades: o caso de Lucas do Rio Verde e Sorriso. Ateliê Geográfico, 13(2), 165-186. https://doi.org/10.5216/ag.v13i2.54290
Seção
Artigos