Agricultura urbana e gestão territorial em Recife/PE/Brasil: qual o lugar da agricultura urbana no planejamento da cidade?

Autores

  • Rubio José Ferreira Universidade Federal do Amapá/Campus Binacional de Oiapoque
  • Cláudio Jourge Moura de Castilho Universidade Federal de Pernambuco/Departamento de Ciências Geográficas.

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v10i2.35747

Resumo

Resumo

Este texto tem como objetivo, sobretudo, dar visibilidade a um problema significativo para vários citadinos: o lugar da agricultura urbana e das pessoas diretamente envolvidas nesta atividade, no processo de planejamento urbano, a partir de exemplos ocorridos na cidade do Recife/Pernambuco/Brasil. Os principais resultados apontam que a agricultura urbana e os agricultores urbanos não são efetivamente considerados pelos técnicos das ações voltadas ao planejamento urbano de Recife. Isto, talvez, porque, a agricultura urbana se constitui de uma prática social utilizada por pessoas que pertencem a grupos sociais “hiperprecarizados” da economia urbana local. A ideia de planejamento territorial efetivo deve ser capaz de orientar políticas públicas que, a partir, também, da melhora das condições das atividades agrícolas na cidade, possam garantir a superação da perversidade das relações socioespaciais existentes em muitos lugares da cidade.

Palavras-chave: Agricultura Urbana; Gestão Territorial; Planejamento da Cidade.

 

Abstract

The aim of this text is expose an important problem with regard to urban men: the place of urban agriculture and the people direct involved in this activity. It demonstrated some steps in urban planning and the case study of Recife/Pernambuco/Brazil (city/state/country). The main results show that the urban agriculture and urban farmers are in absence of the thoughts of Recife’s planers. Maybe that happens because the urban agriculture is a social practice utilized by people from the “lowest layers” of society and in a marginal area in local urban economy. The idea of an effective territorial management is to guide public policies that promote better farming activities in city and assuring the diminution of poverty and the increase of human development in many places of the city.

Keywords: Urban Agriculture; Territorial Management; Planning City.

 

Resumen

Este texto pretende, sobre todo, dar visibilidad a un problema importante para muchos habitantes de la ciudad: el lugar de la agricultura urbana y las personas directamente involucradas en esta actividad, en el proceso de planificación urbana, a partir de ejemplos que han ocurrido en las ciudades de Recife/Pernambuco/Brasil. Los principales resultados exponen que la agricultura urbana y los agricultores urbanos no son, en realidad, considerados por los técnicos de acciones centradas en la planificación urbana de Recife. Esto, tal vez, porque la agricultura urbana se constituye de una práctica social utilizada por personas que pertenecen a grupos sociales “hiperprecarizados” de la economía urbana local. La idea de una planificación territorial eficaz debe ser capaz de orientar las políticas públicas, encabezada, también, por la mejora de las condiciones de las actividades agrícolas en la ciudad, para que se pueda garantizar la superación de la perversidad de las relaciones socio-espaciales existentes en muchas partes de la ciudad.

Palabras clave: Agricultura urbana; Administración de Tierras; Planificación de la Ciudad.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rubio José Ferreira, Universidade Federal do Amapá/Campus Binacional de Oiapoque

Geógrafo (2007), Mestre em Geografia (2009) Doutor em Geografia (2013) pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na área de regionalização e análise regional. Atualmente é professor adjunto e pesquisador da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP,) no Campus Binacional de Oiapoque, lidera o Grupo de Pesquisas Dinâmicas Espaciais, Território e Planejamento (GRUDEP) e colabora com o Grupo Dinâmicas Regionais e Ruralidades no Amapá. Colabora, como pesquisador, com o Grupo Movimentos Sociais e Espaço Urbano (MSEU) na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana e Geografia Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: análise regional, políticas públicas e dinâmicas espaciais, desenvolvimento territorial, relação rural-urbana e agricultura urbana e periurbana. Colabora como revisor dos periódicos Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais e Extramuros.

Cláudio Jourge Moura de Castilho, Universidade Federal de Pernambuco/Departamento de Ciências Geográficas.

Professor Associado da Universidade Federal de Pernambuco. Doutorado em Geografia Ordenamento Territorial Urbanismo pela Université de Paris III (Sorbonne-Nouvelle) (1999) e Pós-doutorado na Università Ca Foscari di Venezia (2011). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Pernambuco. Tem experiência na área de geografia, com ênfase em geografia urbana, atuando principalmente nos seguintes temas: serviços sociais, políticas públicas, trabalho e desenvolvimento territorial. Faz parte de comitês de avaliação de artigos para publicação em revistas nacionais (Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais, Revista Brasileira de Geografia Física, etc.) e internacionais (Rivista Geografica Italiana, Bollettino della Società Geografica Italiana, Almatourism). Coordena o grupo de pesquisa Movimentos Sociais e Espaço Urbano (MSEU) desde 2000, que presta assessoria a processos de construção de territórios por movimentos sociais, e é editor chefe da revista eletrônica Movimentos Sociais e Dinâmicas Espaciais.

Downloads

Publicado

2016-09-13

Como Citar

FERREIRA, R. J.; CASTILHO, C. J. M. de. Agricultura urbana e gestão territorial em Recife/PE/Brasil: qual o lugar da agricultura urbana no planejamento da cidade?. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 10, n. 2, p. 65–81, 2016. DOI: 10.5216/ag.v10i2.35747. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/atelie/article/view/35747. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos