A cidade-santuário de Fátima: percepções do território religioso por meio da análise de mapas mentais

Autores

  • Camila Benatti Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v10i2.35450

Resumo

Resumo

No ano de 1917, a manifestação de um fenômeno religioso em Fátima (Portugal) acabou por gerar transformações profundas em sua paisagem. A partir da crença neste  acontecimento, nasce num descampado um dos maiores centros de peregrinação mundial, o Santuário de Fátima. Abordando os fenômenos religiosos sob a perspectiva geográfica, este artigo tem como principal intuito analisar e compreender as percepções dos alunos do Colégio do Sagrado Coração de Maria da cidade de Fátima em relação à cidade e ao  respectivo território religioso. Como proposta de análise remeteu-se a métodos qualitativos através da elaboração de mapas mentais. A partir desta análise foi possível identificar que embora haja a carência de alguns espaços e infraestruturas direcionados às necessidades dos residentes locais, estes revelam um forte sentimento de pertença em relação ao território em estudo. Este envolvimento é refletido no reconhecimento por parte destes jovens do valor simbólico e patrimonial da cidade de Fátima enquanto lugar sagrado e religioso.

Palavras-chave: Santuário de Fátima; Lugar sagrado; Percepção do espaço; Mapas mentais.

 

Abstract

In the year of 1917, the manifestation of a religious phenomenon took place in Fatima, which turned out to engender profound changes in its landscape. From the belief in this event emerged in an open field the Sanctuary of Fatima, one of the largest world centers of pilgrimage. Approaching the religious phenomena from a geographical perspective, this research has the main purpose of understand and analyze the perceptions of the students of the College of the Sacred Heart of Mary of the city of Fatima in relation to the city and its religious territory. As proposed analysis referred to qualitative methods through the development of mental maps. From this analysis we found that although there is a shortage of some spaces and infrastructure targeted to the needs of local residents, they reveal a strong sense of belonging towards the area under study. This involvement is reflected in the recognition on the part of these young people the symbolic and heritage value of the city of Fatima as religious and sacred place.

Key words: Sanctuary of Fatima; Sacred place; Perception of space; Mental maps.

  

Resumen

En 1917 , la manifestación de un fenómeno religioso en Fátima (Portugal ) ha generado profundos cambios en su paisaje. De la creencia en este evento , que nace en un campo uno de los mayores centros mundiales de peregrinación, el Santuario de Fátima. Dirigiéndose el fenómeno religioso desde el punto de vista geográfico, este artículo tiene el objetivo de analizar y comprender las percepciones de los estudiantes del Colegio del Sagrado Corazón de María de Fátima en relación con la ciudad y su territorio religioso. Como propuesta de análisis hace utilizado métodos cualitativos a través de la elaboración de mapas mentales. A partir de este análisis fue posible identificar que a pesar de que hay una escasez de algunos espacios e infraestructuras orientados a las necesidades de los residentes locales, estos revelan un fuerte sentido de pertenencia hacia la zona de estudio. Este compromiso se refleja en el reconocimiento por parte de estos jóvenes del valor simbólico de Fátima como un lugar religioso y sagrado.

Palabras-Claves: Santuario de Fátima; Lugar sagrado; Percepciones del espacio; Mapas mentales.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Benatti, Universidade Federal do Ceará

Doutoranda em Geografia pela Universidade Federal do Ceará

Mestre em População, Sociedade e Território no Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa. Experiência em: geografia cultural e humanista, e geografia das religiões.

Downloads

Publicado

2016-09-13

Como Citar

BENATTI, C. A cidade-santuário de Fátima: percepções do território religioso por meio da análise de mapas mentais. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 10, n. 2, p. 183–199, 2016. DOI: 10.5216/ag.v10i2.35450. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/atelie/article/view/35450. Acesso em: 18 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos