Influência do el niño e la niña no número de dias de precipitação pluviométrica do estado do Mato Grosso do Sul

  • Nayhara de Lima Oliveira CPRM/SGB - Serviço Geológico do Brasil
  • Francisco Fernando Noronha Marcuzzo CPRM/SGB - Serviço Geológico do Brasil

Resumo

Resumo

Um melhor detalhamento do comportamento da precipitação pluvial pode ser obtido com o estudo do NDC (Número de Dias de Chuva) e a sua correlação com fenômenos climáticos. O presente trabalho teve como objetivo correlacionar a variação do NDC no Estado do Mato Grosso do Sul com a intensidade do Índice Oceânico Niño(a) (ION). Utilizaram-se dados de 37 estações pluviométricas com 30 anos de dados e 55 estações com dados variando de 20 a 29 anos, sendo que toda série histórica está entre os anos de 1977 a 2006. No período de 1977 a 2006 o ION mensal médio variou entre -1,1°C e 1,3°C, variações consideradas moderadas, com algumas variações consideradas fortes nos anos de 1982 (2,3°C), 1983 (2,3°C). 1988 (-1,9°C), 1991 (1,6°C), 1992 (1,8°C), 1997 (2,5°C), 1998 (2,3°C), 1999/2000 (-1,6°C) e 2002 (1,5°C). Observa-se que o NDC de cada ano do período não tem uma relação direta com os fenômenos El Niño e La Niña, já que a linha de tendência polinomial de segunda ordem pouco variou.

Palavras-chave: Temperatura do Oceano Pacífico, ENOS, Número de Dias de Chuva, Climatologia.

 

Abstract

A more detailed behavior of rainfall can be obtained from the study of Number of Days Rain (NDC) and its correlation with weather phenomena. This study aimed to correlate the variation of the NDC in the state of Mato Grosso do Sul with the intensity Niño Index (a). We used data from 37 rainfall stations with 30 years of data and 55 stations with data ranging from 20 to 29 years, and throughout this series between the years 1977 to 2006. In the period 1977 to 2006 the average monthly Niño índex ranged between -1,1°C and 1,3°C, variations considered moderate, with some variations considered strong in the years 1982 (2.3°C), 1983 (2.3°C), 1988(-1.9°C), 1991 (1.6°C), 1992 (1,8°C), 1997 (2.5°C), 1998 (2.3°C), 1999/2000 (-1.6°C) and 2002 (1.5°C). It is observed that in general the NDC for each year of the period has a direct relationship with El Niño and La Niña, since the polynomial trendline second order changed little. Key-words: Temperature of the Pacific Ocean, ENSO, Number of Days of Rain, Climatology

 

Resumen

Un comportamiento más detallado de la precipitación se pueden obtener a partir del estudio de Número de días de lluvia (NDL) y su correlación con los fenómenos meteorológicos. Este estudio tuvo como objetivo relacionar la variación de lo NDL en el estado de Mato Grosso do Sul, con la intensidad de El Niño Index (a). Se utilizaron los datos de 37 estaciones pluviométricas con 30 años de datos y 55 estaciones con datos de entre 20 y 29 años (1977 y 2006). En el período de 1977 a 2006, el índice de El Niño (a) promedio mensual osciló entre -1,1°C y 1,3° C, las variaciones considera moderado, con algunas variaciones consideradas fuerte en 1982 (2,3°C), 1983 (2,3°C). 1988 (-1,9°C), 1991 (1,6°C), 1992 (1,8°C), 1997 (2,5°C), 1998 (2,3°C), 1999/2000 (-1,6°C) y 2002 (1,5°C). Se observa que, en general, el NDC para cada año del período tiene una relación directa con El Niño y La Niña, ya que la línea de tendencia polinómica de segundo orden ha cambiado poco.

Palabras clave: Temperatura del Océano Pacífico, ENSO, número de días de lluvia, Climatologia.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nayhara de Lima Oliveira, CPRM/SGB - Serviço Geológico do Brasil
Formada pelo IFG (Instituto Federal de Goiás) em 2013 - Campus de Goiânia. Atualmente é Técnica (concursada) em Geociências na área de Hidrologia da CPRM (Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais) - Serviço Geológico do Brasil - do Ministério de Minas e Energia. Trabalha com os projetos RIMAS (Rede Integrada de Monitoramento das Águas Subterrâneas) e SIAGAS (Sistema de Informações de Águas Subterrâneas ) da SUREG-GO. Tem experiência na área de Saneamento Ambiental, com ênfase em hidrologia, climatologia, banco de dados e monitoramento de águas subterrâneas.
Francisco Fernando Noronha Marcuzzo, CPRM/SGB - Serviço Geológico do Brasil
Formado pela UNESP (Universidade Estadual Paulista) em 2001 - Campus de Botucatu. Mestre em Irrigação e Drenagem pelo Departamento de Engenharia Rural da UNESP (Universidade Estadual Paulista) em 2004 - Campus de Botucatu. Doutor em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP (Universidade de São Paulo) Escola de Engenharia de São Carlos em 2008. Pós-doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela USP (Universidade de São Paulo) Escola de Engenharia de São Carlos. Atualmente é Pesquisador (concursado) em Geociências na área de Engenharia Hidrológica da CPRM (Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais) - Serviço Geológico do Brasil - do Ministério de Minas e Energia. Trabalha com engenahria hidrológica, hidráulica, climatologia, evaporação, evapotranspiração, balanço hídrico, programação matemática linear, não linear, e algoritmos genéticos. Tem experiência na área de Engenharia de Recursos Hídricos, com ênfase em hidrologia, hidrometria, hidráulica e irrigação, atuando principalmente nos seguintes temas: fluviometria, pluviometria, pesquisa operacional, otimização matemática linear e não linear, algoritmos genéticos. Revisor de diversos periódicos científicos.
Publicado
22-05-2016
Como Citar
Oliveira, N., & Marcuzzo, F. (2016). Influência do el niño e la niña no número de dias de precipitação pluviométrica do estado do Mato Grosso do Sul. Ateliê Geográfico, 10(1), 73-94. https://doi.org/10.5216/ag.v10i1.30945
Seção
Artigos