Inter-relações entre a frota de veículos, a ocorrência de acidentes de trânsito e o adensamento populacional no Espírito Santo- DOI 10.5216/ag.v8i1.29022

  • Aurélia Hermínia Castiglioni Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
  • Maria Inês Faé Universidade Federal do Espírito Santo

Resumo

Resumo

O artigo tem por objetivo analisar a distribuição espacial e as relações entre o tamanho da frota de veículos e da população e a ocorrência de acidentes de trânsito no Espírito Santo. O aumento no número de veículos no Brasil tem sido elevado, superando o crescimento demográfico e da urbanização. Porém, a capacidade de expansão e de modernização da rede viária não consegue acompanhar o ritmo de crescimento da frota. Uma das consequências desta defasagem é traduzida pelo aumento de acidentes, cujos índices colocam o Brasil entre os países com as mais elevadas taxas de ocorrência de acidentes e de mortes no trânsito. As associações existentes entre a distribuição da frota, da população e a ocorrência dos acidentes e das vítimas no Espírito Santo são analisadas por meio da aplicação de métodos estatísticos para análise dos dados. Os resultados mostram forte correlação entre as variáveis analisadas. A espacialização dessas associações oferece um claro cenário dos contrastes entre os municípios do Espírito Santo onde os maiores índices de acidentes ocorrem onde há maiores densidades populacionais e maiores frotas, particularmente na Região Metropolitana da Grande Vitória. As regiões do norte e do oeste do estado apresentam menor ocorrência de acidentes.

Palavras-chave: acidentes de trânsito, vítimas de acidentes de trânsito, frota de veículos, distribuição da população.

 

Abstract

The article aims to analyze the spatial distribution and the relationship between the size of the vehicle fleet and the population and the occurrence of traffic accidents in Espirito Santo. The increase in the number of vehicles in circulation in Brazil has been high, exceeding population and urbanization growth. Capacity expansion and modernization of the road network has not been aligned with the fleet increases. A consequence of this gap is shown in traffic accident increases whose indices put Brazil among the countries with the highest rates of accidents and traffic deaths. The relation among fleet distribution, population, and the occurrence of accidents and victims in Espirito Santo are analyzed by statistical methods of data analysis. The results show a strong correlation between the variables. The spatial distribution of the variables highlights the contrasts among the municipalities of Espirito Santo, where the highest rates of accidents occur with high population densities and large fleets, particularly in the metropolitan area of Greater Victoria. North and West regions have low accident levels.

Keywords: traffic accident; traffic casualties; vehicle fleet; population distribution.

 

Resumen

Este artículo tiene como objetivo analizar la distribución espacial y las relaciones entre el tamaño de la flota de vehículos y de población y la ocurrencia de accidentes de tránsito en Espirito Santo. El aumento del número de vehículos en Brasil ha sido elevado, superando el crecimiento demográfico y urbanístico. No obstante, la capacidad de expansión y de modernización de la red vial no consigue acompañar  el ritmo de crecimiento de la flota. Una de las consecuencias de este descompás se traduce en el aumento de accidentes, cuyos índices colocan Brasil entre los países con las más elevadas tasas de ocurrencias de accidentes y muertes en el tránsito. Las asociaciones existentes entre la distribución de la flota, de la población  y la ocurrencia de accidentes y víctimas en Espirito Santo son analizadas a través de la aplicación de métodos estadísticos para análisis de los datos. Los resultados muestran una fuerte relación entre las variables analizadas. La distribución espacial de estas asociaciones muestra un claro escenario de los contrastes existentes entre los municipios de Espirito Santo donde los mayores índices de accidentes ocurren donde hay mayor densidad demográfica y mayor flota de vehículos, especialmente en la región metropolitana de Grande Vitória. Las regiones del norte y del oeste presentan menores ocurrencias de accidentes.

Palabras clave: accidentes de tránsito, víctimas de accidentes de tránsito, flota de vehículos, distribución de la población.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aurélia Hermínia Castiglioni, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES
Graduada em Geografia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Colatina (1969), Fez Mestrado em Demografia na Université Catholique de Louvain (1984) e doutorado em Demografia na Université Catholique de Louvain (1989). Atualmente é Professor Associado IV da Universidade Federal do Espírito Santo. Foi Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação da UFES, no período de 01/1996-01/2000. Foi coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFES de 09/2007 a 09/2011. É professora dos Programas de Pós-Graduação em Geografia e em Economia da UFES. Orienta mestrandos dos programas de Geografia e de Economia. Tem experiência na área de Demografia, com ênfase em Migração, atuando principalmente nos seguintes temas: relações entre migração e urbanização, características dos migrantes, impactos da migração, imigração italiana, dinâmica demográfica, envelhecimento populacional, mortalidade diferencial e indicadores de desenvolvimento.
Publicado
24-04-2014
Como Citar
Castiglioni, A., & Faé, M. (2014). Inter-relações entre a frota de veículos, a ocorrência de acidentes de trânsito e o adensamento populacional no Espírito Santo- DOI 10.5216/ag.v8i1.29022. Ateliê Geográfico, 8(1), 103-127. https://doi.org/10.5216/ag.v8i1.29022
Seção
Artigos