“Nós” e “eles” e a demarcação de fronteiras: uma análise da relação “estabelecidos” e “outsiders” - DOI 10.5216/ag.v8i3.22385

Autores

  • Cláudia Marques Roma UNESP

DOI:

https://doi.org/10.5216/ag.v8i3.22385

Resumo

Resumo

Neste artigo apresentaremos uma discussão sobre a relação entre “estabelecidos” e “outsiders” na perspectiva de Elias e Scotson (2000), a partir da realidade empírica de cidades locais híbridas. Verificamos nestas localidades que a relação entre “estabelecidos” e “outsiders”, ou, entre “nós” e “eles”, se processa por meio da expansão da atividade agroindustrial canavieira que, além de gerar impactos no campo e nas cidades, também intensifica a estigmatização dos trabalhadores migrantes, consequentemente intensificando ainda mais o processo de exclusão social.

Palavras-chave: Estabelecidos; Outsiders; Atividade Canavieira; Cidades Locais Híbridas.

 

Abstract

In this paper, it is presented a discussion about the relation between “established people” and “outsiders” based on the analysis of an empirical reality of local hybrid cities according to viewpoints in the literature of Elias and Scotson (2000). It was possible to find that, in these localities the relation between “established people” and “outsiders”, or, between “we” and “they”, is built in reason of the expansion of sugarcane production, which not only impacts on countryside areas and cities, but also it increases the stigmatization of migrant workers and consequently intensifies even more a social exclusion process.

Keywords: Established locals; Outsiders; Sugarcane Production; Local Hybrid Cities.

 

Resumen

En este artículo se presenta una discusión sobre la relación entre “establecido" y “forasteros" en la perspectiva de Elias y Scotson (2000) desde una realidad empírica de las ciudades locales híbridas. Se verifica en estas ubicaciones que la relación entre “establecidos" y “forasteros" se procesa a través de la expansión de la agroindustria de la caña que, además de generar impactos en las zonas rurales y urbanas, también refuerza la estigmatización de los trabajadores migrantes, intensificando aún más el proceso de exclusión social.

Palabras clave: Establecidos; Forasteros; Agroindustria de la Caña; Ciudades Locales Híbridas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia Marques Roma, UNESP

Geógrafa (Bacharel e licenciada) pela UNESP-Presidente Prudente. Mestre (2008) e Doutora (2012) pela mesma instituição. Trabalha com os temas: cidades pequenas, atividade agroindustrial canavieira, segregação socioespacial interurbana.

Downloads

Publicado

2014-05-14

Como Citar

ROMA, C. M. “Nós” e “eles” e a demarcação de fronteiras: uma análise da relação “estabelecidos” e “outsiders” - DOI 10.5216/ag.v8i3.22385. Ateliê Geográfico, Goiânia, v. 8, n. 3, p. 133–149, 2014. DOI: 10.5216/ag.v8i3.22385. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/atelie/article/view/22385. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos