Paisagens religiosas: cruzes e memoriais às margens das rodovias - DOI 10.5216/ag.v4i11.11967

  • Emilio Tarlis Mendes Pontes UFPE
  • Gabriel Silva Campos UECE

Resumo

O presente trabalho pretende apresentar e refletir sobre os geossímbolos como as cruzes, capelas, lápides, urnas mortuárias, encontrados, principalmente, às margens das rodovias brasileiras como paisagem religiosa, uma hierofania inerente do homo religiosus, tendo, na grande maioria das vezes, grande aproximação simbólica e cultural em comunidades identificadas com práticas de religiosidade popular, notadamente relacionadas ao credo católico romano, embora tenha relações sincréticas bastante consideráveis e de complexa análise. Foi elaborado a partir de conceitos formulados por autores, como Eliade (2001), Rosendahl (1997, 2001, 2003) e Correa (1997), e busca ampliar o diálogo da geografia cultural com os fenômenos religiosos e culturais que nos acercam.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
22-12-2011
Como Citar
Pontes, E. T., & Campos, G. (2011). Paisagens religiosas: cruzes e memoriais às margens das rodovias - DOI 10.5216/ag.v4i11.11967. Ateliê Geográfico, 4(3), 46-63. https://doi.org/10.5216/ag.v4i3.16642
Seção
Artigos