Performance Pornorama

o queer da pornochanchada

Palavras-chave: Performance queer, Cinema pornochanchada, Sexualidade

Resumo

Este trabalho aborda o processo de criação de uma performance artística denominada Pornorama: orgasmos eletrônicos. Um trabalho inspirado no cinema Pornochanchada. A proposta artística teve por característica o estudo de gênero e sexualidade do referido cinema brasileiro e a sua reorganização e incorporação num projeto ligado à cultura queer. O resultado final fez emergir uma estética erótica que aponta para a contestação da heteronormatividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandro José Oliveira, Universidade Estadual de Campinas - Unicamp

Alessandro José de Oliveira

Pesquisador Colaborador do Departamento de Artes da Cena - Unicamp 

 

Referências

BIACHI, Naiade Seixas. Em Busca de Um Cinema Lésbico Nacional. – Revista de estudos indisciplinares em gêneros e sexualidades. Salvador: Periódicus, n. 7, v. 1, p.236-247, maio-out. 2017. Disponível em:˂ https://portalseer.ufba.br/index.php/revistaperiodicus/article/viewFile/21669/14309˃Acesso em 30/01/2018

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero: Feminismo e subversão da identidade. Tradução Renato Aguiar. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003, p.236.

CÁNEPA, Laura Loguercio. Pornochanchada do avesso: o caso das mulheres monstruosas em filmes de horror da Boca do Lixo. Revista da associação nacional dos Programas de Pós- Graduação em Comunicação, Brasilia, E-compos v.12, n1, p.1-14, jan/abr, 2009. Disponivel em: <http://compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/358/320>, Acesso em 30/01/2018.

FOSTER, David William. Cine Queer em América Latina. In: FOSTER. D. W.. (ORG) Ensayos sobre culturras homoeróticas Latino Americanas, 1.Ed., México, Universidad Autónoma de Ciudad Juárez, 2009, p.197-207.

FREITAS, Marcel de Almeida. Entre Estereótipos, Trasngressões e Lugares Comuns: notas sobre a pornochanchada no cinema brasileiro. Intexto, Porto Alegre: UFRGS, v. 1, n. 10, p. 1-26, janeiro/junho 2004. Disponével em: < http://seer.ufrgs.br/index.php/intexto/article/view/3639/4440>, Acesso em 30/01/2018.

LOPES, Denilsom, O Homem Que Amava Rapazes e Outros Contos. 1Edição, , Rio de Janeiro,Editora: Aeroplano Ano: 2002, p.264.

LOURO, Guacira Lopes. Cinema e sexualidade, Educação e Realidade. Porto Alegre: UFRG, n. 33, vol 1, p. 81-98, jan/jun, 2008. Disponéivel em < http://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/6688/4001>, Acesso em 30/01/2018.

MULVEY, Laura. Visual pleasure and narrative cinema. In: EVANS, P. (ORG.) Film issues en Feminist film Cristicism. 1Ed., Indiana, University Press, 1990, p.833-844.

NABAL, Eduardo. Literaturas queer. Esa lección olvidada de Barrio Sésamo. In: CÓRDOBA, D.. SÁEZ, J.., VIDARTE, P.. (orgs) Tería Queer: políticas bolleras, maricas, trans, mestizas. 1.Ed, Barcelona, Editora Egales, 2005, p.229-239.

PRECIADO, Beatriz. Manifesto contrassexual: práticas subversivas de identidade sexual. Tradução Maria Paula Gurgel Ribeiro, 1 Edição, São Paulo: N1 edições, 2014, p.223.

SALES Filho, Valter Vicente. Pornochancha: doce sabor da transgressão. Comunicação e Educação, São Paulo, 3, p. 67 a 70, mai./ago. 1995. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/36159>. Acesso em 30/01/2018.

SIMÕES, Inimá. “Sexo à brasileira”. Revista Alceu, Rio de Janeiro, PUC, v.8 – n. 15 – p. 185 a 195 – jul./dez. 2007. Disponível em: < http://revistaalceu.com.puc-rio.br/media/Alceu_n15_Simoes.pdf>, Acesso em 30/01/2018.

Publicado
26-08-2019
Como Citar
Oliveira, A. (2019). Performance Pornorama. Visualidades, 17, 23. https://doi.org/10.5216/vis.v17.51282
Seção
Artigos