Arquiteturas de (im)possibilidades: espaços expositivos de Robert Smithson - DOI 10.5216/vis.v10i1.23096

  • Bráulio Romeiro

Resumo

Este trabalho investiga as considerações do artista norte-americano Robert Smithson sobre os espaços expositivos tradicionais: o museu e a galeria de arte, bem como de espaços inusitados e inexplorados pela arte até então. Procurando no conjunto de seus textos notamos como alguns pontos de vista são aprofundados e outros reelaborados, sobressaindo a limitação que o caráter abstrato e neutralizante do Cubo Branco proporciona e a averiguação sobre as ideologias por trás da materialização destes espaços.

Palavras-chave: Robert Smithson, espaços expositivos, critica de arte, cultura arquitetônica

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
14-03-2013
Como Citar
Romeiro, B. (2013). Arquiteturas de (im)possibilidades: espaços expositivos de Robert Smithson - DOI 10.5216/vis.v10i1.23096. Visualidades, 10(1). https://doi.org/10.5216/vis.v10i1.23096