Waldomiro de Deus: cinquenta anos de arte

  • Núcleo de Estudos Mário Pedrosa UFG

Resumo

O pintor Waldomiro de Deus fez cinqüenta anos de arte. Grande vitória para os que apreciam ou vivem de arte em nosso país. A sagração de Waldomiro de Deus ocorreu na mostra do Redescobrimento – Brasil 500 anos. A homenagem feita para Waldomiro de Deus foi muito apropriada já que ele representa justamente o Brasil novo, o Brasil mestiço, de cultura popular extasiante no Trópico Sul. Ultrapassando os limites entre a pureza elitista da linguagem moderna da arte e os elementos próprios da cultura icônica popular, Waldomiro propõe a síntese contemporânea de elementos próprios de expressão da cultura brasileira ou da aclimatação da norma externa aos particularismos locais. (..)

--

O Núcleo de Estudos Mário Pedrosa está vinculado à Faculdade de Artes Visuais da Universidade Federal de Goiás e dá continuidade aos esforços realizados por instituições públicas visando incentivar e aprimorar o debate sobre História e Crítica de Arte no Brasil e aprofundar os estudos sobre o legado da trajetória de Pedrosa para se pensar a produção artística moderna e contemporânea.

Entrevistadores: Caroline Rofre, Dalton Oliveira de Paula, Juliano Moraes e Marcelo Mari

Transcrição da entrevista: Bárbara Lopes Moraes, José Antonio Loures Custódio, Luana Lopes Xavier

 

 



Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
27-04-2012
Como Citar
Mário Pedrosa, N. de E. (2012). Waldomiro de Deus: cinquenta anos de arte. Visualidades, 8(2). Recuperado de https://www.revistas.ufg.br/VISUAL/article/view/18291
Seção
Entrevista