[1]
A. F. Júnior, “Articulações entre o sagrado e o profano nas letras de Renato Russo: alguns apontamentos DOI10.5216/o.v2i1.9383”, OPSIS, vol. 2, nº 1, p. 56–67, mar. 2010.