[1]
R. S. Dias e J. X. Araújo, “Igreja e Estado nas Minas setecentistas: as festividades e a afirmação do poder régio DOI 10.5216/o.v13i2.23434”, OPSIS, vol. 13, nº 2, p. 348–371, fev. 2014.