Os pardos forros e livres em Vila Rica: Sociabilidade Confrarial e busca por reconhecimentos social (C.1746 - C.1800) DOI10.5216/o.v8i11.9367

Autores

  • Daniel Precioso

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v8i11.9367

Resumo

Esse artigo consiste na análise de alguns aspectos da luta social dos pardos, forros ou livres, para lograrem o reconhecimento social. O lócus de análise será a Confraria de São José dos Bem Casados dos Homens Pardos de Vila Rica. Para tanto, recuperamos os testamentos e os inventários dos confrades, missivas por eles endereçadas ao Conselho Ultramarino, bem como os estatutos e os livros da irmandade, visando traçar o perfil social de dois de seus dirigentes. Palavras-chaves: homens pardos, irmandade, mobilidade social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Precioso

Mestrando em História pela UNESP-Franca e bolsista CNPq.

Downloads

Publicado

28-03-2010

Como Citar

Precioso, D. (2010). Os pardos forros e livres em Vila Rica: Sociabilidade Confrarial e busca por reconhecimentos social (C.1746 - C.1800) DOI10.5216/o.v8i11.9367. OPSIS, 8(11), 318–340. https://doi.org/10.5216/o.v8i11.9367