Vivências urbanas e conflitos culturais: Intervenções e ações na medicalização da Sociedade Manauara da Bélle Époque DOI10.5216/o.v8i11.9366

Autores

  • Paulo Marreiro Santos Junior pmarreiro@niltonlins.br

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v8i11.9366

Resumo

Este texto aborda as transformações urbanas por que passou a cidade de Manaus durante o auge do período da borracha. Essas transformações foram ditadas, sobretudo por uma preocupação médico-higienista que visava controlar o cotidiano da cidade em uma série de aspectos. São avaliadas algumas proibições da permanência de hábitos populares que privilegiavam a manutenção da saúde pública e regras de padrão anitário impostas. Palavras-chaves: sanitarismo, intervenção, culturas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Marreiro Santos Junior, pmarreiro@niltonlins.br

Doutorando em História Social – PUC/SP. Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (FAPEAM).

Downloads

Publicado

28-03-2010

Como Citar

Santos Junior, P. M. (2010). Vivências urbanas e conflitos culturais: Intervenções e ações na medicalização da Sociedade Manauara da Bélle Époque DOI10.5216/o.v8i11.9366. OPSIS, 8(11), 299–317. https://doi.org/10.5216/o.v8i11.9366