O fazer histórico e a invisibilidade da mulher DOI10.5216/o.v7i9.9347

Autores

  • Losandro Antônio Tedeschi

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v7i9.9347

Resumo

Embora a historiografia oficial as tenha esquecido, as mulheres nunca estiveram ausentes da história. Não se trata agora de agregá-las ao ensino dessa disciplina como um elemento que foi esquecido. O gênero como categoria de análise altera as inter-relações, introduzindo os conceitos do heterogêneo e do plural na complexidade das significações da experiência humana, o que vai exigir profundas alterações na forma como nós educamos. Palavras-chave: história, gênero, invisibilidade, poder, reconstrução

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Losandro Antônio Tedeschi

Doutor em História pela UNISINOS, membro da REPEM (Red Educación popular entre Mujeres en la América Latina) e coordenador do NAEI (Núcleo de Assessoria e Estudos Interculturais) pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI , campus de Santo Ângelo – RS.

Downloads

Publicado

28-03-2010

Como Citar

Tedeschi, L. A. (2010). O fazer histórico e a invisibilidade da mulher DOI10.5216/o.v7i9.9347. OPSIS, 7(9), 329–340. https://doi.org/10.5216/o.v7i9.9347