As dimensões do historicismo: Um estudo dos casos Alemães DOI10.5216/o.v7i9.9327

Autores

  • Pedro Spinola Pereira Caldas Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v7i9.9327

Resumo

Este estudo é um experimento, e nosso objetivo consiste em aplicar o conceito do filósofo alemão Walter Schulz de historicismo. Baseados nos resultados de Schulz, lidaremos com o conceito de historicismo de três maneiras distintas: primeiramente, é uma filosofia da história, ainda que crítica em relação à tradição metafísica. Para tanto, a filosofia da história de Herder será nosso tema. Em segundo lugar, é uma metodologia que desvenda o conhecimento histórico. Para esta parte, a Historik de Droysen é mais do que essencial.; e, finalmente, mas não menos importante, é a consciência de uma parte essencial da vida humana, e este tipo de abstração pode ser encontrada na obra Viagem à Itália, de Goethe. Palavras-chave: historicismo, filosofia da história, teoria da história, subjetividade, Walter Schulz

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Spinola Pereira Caldas, Universidade Federal de Uberlândia

Professor Adjunto do Instituto de História da Universidade Federal de Uberlândia.

Downloads

Publicado

27-03-2010

Como Citar

Caldas, P. S. P. (2010). As dimensões do historicismo: Um estudo dos casos Alemães DOI10.5216/o.v7i9.9327. OPSIS, 7(9), 47–66. https://doi.org/10.5216/o.v7i9.9327

Edição

Seção

Dossiê Teoria da História