Dom Afonso II e as cortes portuguesas DE 1211: Uma Proposta de Reorganização da Vida Cotidiana da Sociedade Portuguesa DOI10.5216/o.v5i1.9285

Autores

  • Teresinha Maria Duarte UFG - Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v5i1.9285

Resumo

A formação do estado português aconteceu no contexto das cruzadas e das guerras da reconquista, sendo o cotidiano da população permeado pela violência e a rapina. D. Afonso II, o terceiro rei de Portugal, amparado no processo legislativo, procurou reorganizar a vida da população portuguesa através das leis emanadas das Cortes de 1211, seja propondo uma mudança dos hábitos e das vivências ou sancionando costumes novos mais condizentes com uma sociedade que se queria, já, uma nacionalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Teresinha Maria Duarte, UFG - Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão

Bacharel e licenciada em História pela Universidade Católica de Goiás, em 1993. Mestre em História das Sociedades Agrárias pela Universidade Federal de Goiás, em 1996. Doutora em História Medieval pela Universidade de Brasília, em 2004, na linha de pesquisa História, Cotidiano, Discurso e Imaginário.

Downloads

Publicado

27-03-2010

Como Citar

Duarte, T. M. (2010). Dom Afonso II e as cortes portuguesas DE 1211: Uma Proposta de Reorganização da Vida Cotidiana da Sociedade Portuguesa DOI10.5216/o.v5i1.9285. OPSIS, 5(1), 137–150. https://doi.org/10.5216/o.v5i1.9285