Dramaturgia e teatro: Mito, história e recriação DOI10.5216/o.v5i1.9282

Autores

  • Larissa Miranda Júlio
  • Luiz Humberto Martins Arantes

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v5i1.9282

Resumo

O estudo de três obras dramatúrgicas de momentos históricos diferentes (Antígone de Sófocles, As Confrarias e Pedreira das Almas de Jorge Andrade) e a análise comparativa destas três com foco em suas personagens femininas, percebendo mitologias comum a elas, possibilitou a criação de um novo texto. Nele, a representação arquetípica é reforçada ao poder ser moldada concretamente, esculpida em forma de teatro de bonecos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Miranda Júlio

Aluna do curso de Artes Cênicas da Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia, larissajulio@yahoo.com.br. Esta pesquisa é resultado de uma bolsa de um ano obtida pela aluna junto à FAPEMIG.

Luiz Humberto Martins Arantes

Professor do Departamento de Música e Artes Cênicas da Faculdade de Artes, Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal de Uberlândia, lharantes@yahoo.com.br.

Downloads

Publicado

27-03-2010

Como Citar

Júlio, L. M., & Arantes, L. H. M. (2010). Dramaturgia e teatro: Mito, história e recriação DOI10.5216/o.v5i1.9282. OPSIS, 5(1), 97–109. https://doi.org/10.5216/o.v5i1.9282

Edição

Seção

Dossiê Comunicação e Cultura