A "construção social da cor" e a "‘desconstrução da diferença escrava" – reflexões sobre as idéias escravistas no Brasil colonial DOI10.5216/o.v10i1.9204

Autores

  • José D’Assunção Barros Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v10i1.9204

Palavras-chave:

Desigualdade, Diferença, Escravidão

Resumo

Este artigo intenta examinar uma das mais complexas questões histórico-sociais que marcaram a história e o desenvolvimento das sociedades modernas – a do entrelaçamento entre as noções de Desigualdade Escrava e de Diferença Negra. A reflexão apóia-se em uma formulação teórica baseada na possibilidade de utilização da abordagem semiótica com vistas à discussão de três conceitos fundamentais das Ciências Sociais e Humanas – Igualdade, Desigualdade e Diferença. A questão que mobiliza a discussão é a do entrelaçamento das idéias de Desigualdade Escrava, Diferença Negra e Africanidade no processo de formação do sistema escravista colonial no Brasil nos séculos que precedem o período republicano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José D’Assunção Barros, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Historiador e Doutor em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Atua como professor adjunto da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), onde desenvolve pesquisas na área de História Cultural. No Ensino de História, tem se especializado nas áreas de Metodologia, Teoria e Historiografia, História Cultural, História Política, História Cultural e História da Arte, e tem escrito livros e artigos relacionados a estes campos. Entre suas obras mais recentes destacam-se os livros O Campo da História (Petrópolis: Vozes, 2004), O Projeto de Pesquisa em História (Petrópolis: Vozes, 2005), Cidade e História (Petrópolis: Vozes, 2007) e A Construção Social da Cor (Petrópolis: Vozes, 2007). Publicou cerca de cem artigos em periódicos acadêmicos de Universidades e Institutos de Pesquisa no Brasil e em Portugal, inclusive nas revistas Análise Social, Cultura – Revista de Teoria e História das Idéias, Revista Portuguesa de Humanidades, Ler História, Revista Lusíada, e um artigo na revista canadense Portugueese Studies Review.

Downloads

Publicado

03-09-2010

Como Citar

Barros, J. D. (2010). A "construção social da cor" e a "‘desconstrução da diferença escrava" – reflexões sobre as idéias escravistas no Brasil colonial DOI10.5216/o.v10i1.9204. OPSIS, 10(1), 29–54. https://doi.org/10.5216/o.v10i1.9204

Edição

Seção

Dossiê A desconstrução do racismo na história do Brasil