Intelectuais africanos e estudos pós-coloniais: considerações sobre Paulin Hountondji, V. Y. Mudimbe e Achille Mbembe.

Autores

  • José Rivair Macedo Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v16i2.37298

Palavras-chave:

Pensamento africano, interpretação social, estudos pós-coloniais, intelectuais africanos

Resumo

Ao longo do século XX intelectuais africanos desenvolveram um vasto conjunto de referenciais teóricos, conceituais e metodológicos para expressar a posição de seus coetâneos no mundo, que se tem denominado de pensamento social africano. O artigo examina as contribuições de três importantes intérpretes das questões culturais, sociais e políticas da África geralmente identificados com os estudos pós-coloniais: Paulin Hountondji, V. Y. Mudimbe e Achille Mbembe.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Rivair Macedo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor do Departamento de História da UFRGS; Coordenador do NEAB-UFRGS; Coordenador da Rede Multidisciplinar de Estudos Africanos - ILEA/UFRGS; Pesquisador do CNPQ

Downloads

Publicado

04-11-2016

Como Citar

Macedo, J. R. (2016). Intelectuais africanos e estudos pós-coloniais: considerações sobre Paulin Hountondji, V. Y. Mudimbe e Achille Mbembe. OPSIS, 16(2), 280–298. https://doi.org/10.5216/o.v16i2.37298

Edição

Seção

Dossiê Descolonizar as Ciências Humanas: campos de pesquisas, desafios analíticos e resistências Parte 2