O primeiro Gymnasio da capital no Estado de São Paulo: dos programas de ensino às narrativas dos alunos DOI10.5216/o.v14i2.30803

Autores

  • Maria Aparecida Cabral Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v14i2.30803

Palavras-chave:

ensino de História, educação secundária, programas de ensino, narrativas escolares, exames finais

Resumo

Este artigo trata do ensino de História na educação secundária de 1892 a 1920, no Estado de São Paulo, a partir da análise dos programas de ensino elaborados pelos professores do Primeiro Gymnasio da Capital e dos seus exames finais. Pretende-se, a partir da problematização das concepções de História em disputa desse período, compreender de que modo o saber histórico foi difundido pela escola (no caso o Primeiro Gymnsio da Capital) e quais mecanismos foram criados para a verificação do conhecimento transmitido aos alunos em situação de aprendizagem. Busca-se, a partir do diálogo com a perspectiva da história das disciplinas escolares, de Chervel (1990) e de Goodson (1997), apreender a constituição dos saberes históricos no currículo dando ênfase ao seu processo de prescrição, transmissão e verificação da aprendizagem do conhecimento histórico no âmbito escolar. Utiliza-se como fontes primárias para essa investigação os programas de ensino de História de 1897, produzidos pelo professor José Valois de Castro (lente catedrático do gymnasio), os exames finais de História do Brasil e de Universal produzidos pelos alunos - como um dos requisitos obrigatórios para a aprovação no curso ginasial daquela época, de 1910 a 1920.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Aparecida Cabral, Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Dra em Educação pela Pontíficia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), em 2008. Professora adjunta no Departamento de Ciências Humanas (Licenciatura Plena em História), da Faculdade de Formação de Professores (FFP/UERJ), na área de Estágio Supervisionado em ensino de História. Coordenadora de Área do Pibid/UERJ vinculada ao Grupo de Pesquisa Oficinas da História desde 2013. Professora permanente do Mestrado Profissional Interinstitucional - ProfHistória (UERJ).

Downloads

Publicado

29-10-2014

Como Citar

Cabral, M. A. (2014). O primeiro Gymnasio da capital no Estado de São Paulo: dos programas de ensino às narrativas dos alunos DOI10.5216/o.v14i2.30803. OPSIS, 14(2), 38–55. https://doi.org/10.5216/o.v14i2.30803

Edição

Seção

Dossiê História, Sociedade e Práticas Educativas