A questão nacional nos discursos do presidente Hugo Chávez DOI10.5216/o.v14iespecial.29805

Autores

  • Eduardo Scheidt Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v14iEspecial.29805

Palavras-chave:

Nação, representação, Hugo Chávez, história do tempo presente

Resumo

Este artigo analisa representações de nação nos discursos do presidente venezuelano Hugo Chávez ao longo de seus mandatos como presidente da Venezuela, ente 1999 e 2012. Procuramos averiguar, durante o período, de que forma a questão nacional foi representada por Chávez em diferentes contextos do seu governo. Percebemos que o discurso nacionalista chavista centra-se numa redefinição da soberania popular fundamentada, por um lado, numa espécie de resgate da proposta de Simon Bolívar e dos artífices das independências latino-americanas, ao mesmo tempo em que se construíam novos mecanismos de inclusão e participação popular. O discurso chavista objetivava também angariar adeptos a suas propostas em meio às tensas disputas políticas, transformar a realidade e legitimar o fortalecimento do papel do Estado durante seus governos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Scheidt, Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ

Professor do Departamento de Ciências Humanas e do Programa de Pós-Graduação em História Social da Faculdade de Formação dos Professores - UERJ

Downloads

Publicado

16-03-2015

Como Citar

Scheidt, E. (2015). A questão nacional nos discursos do presidente Hugo Chávez DOI10.5216/o.v14iespecial.29805. OPSIS, 14(Especial), 496–516. https://doi.org/10.5216/o.v14iEspecial.29805