Foucault: o liame da genealogia no processo cultural do saber, poder e educação DOI 10.5216/o.v12i2.18354

Autores

  • Ismael Ferreira-Rosa Universidade Federal de Uberlândia
  • Cleudio Marques Ferreira Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18354

Resumo

Este trabalho tem como objetivo compreender o conceito de genealogia em Foucault e suas implicações na formação do processo cultural considerando como fundamentos a transformação da concepção de sujeito, de poder e a percepção das contradições do discurso pedagógico. Primeiramente é preciso fazer o estudo da obra de Foucault para entender a demolição que ele faz acerca do pensamento clássico e sua contribuição teórica para uma nova compreensão do pensamento moderno. E, a partir daí, realizar um elo com a educação, sobretudo no que se refere à produção de conhecimentos. Diante dessa realidade, é necessário conhecer a mudança do conceito de sujeito na modernidade nos fundamentos da genealogia, posteriormente, a análise do poder e por fim contextualizar a educação dentro desse arcabouço teórico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ismael Ferreira-Rosa, Universidade Federal de Uberlândia

É doutorando em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Uberlândia (Bolsita CAPES) e mestre em Linguística e Linguística Aplicada pela mesma instituição (2009). Graduou-se em Letras pela Universidade Federal de Goiás (2006) e atualmente é membro integrante da equipe de trabalho da Coordenação de Graduação da Universidade Federal de Goiás, Campus Catalão (UFG-CAC), enquanto secretário executivo. É também professor de língua inglesa no Centro de Línguas da UFG-CAC e pesquisador vinculado ao Laboratório de Estudos Polifônicos (LEP/UFU) e ao Grupo de Estudos e Pesquisas em História do Português (GEPHPOR/LALEFIL/UFG-CAC). Atua na área de Linguística, com ênfase em estudos sobre o texto e o discurso na perspectiva da Análise do Discurso de linha francesa e Análise Dialógica do Discurso, centrando-se principalmente nos seguintes temas: discurso literário, produção de sentidos e sujeitos em obras literárias, funcionamento da discursividade literária, subjetivação e sentiduralização em obras literárias. Pesquisa também fenômenos de discursividades e subjetividades instauradas no processo de ensino-aprendizagem de línguas, avaliação, ética e estética no ato de ensinância e aprendência de línguas, bem como a epistemologia e filosofia na/da linguagem.

Cleudio Marques Ferreira, Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia. Mestre em Filosofia Social pela Universidade Federal de Minas Gerais e docente no Departamento de Pedagogia da Universidade Federal de Goiás – Câmpus Catalão.

Downloads

Publicado

20-12-2012

Como Citar

Ferreira-Rosa, I., & Ferreira, C. M. (2012). Foucault: o liame da genealogia no processo cultural do saber, poder e educação DOI 10.5216/o.v12i2.18354. OPSIS, 12(2), 215–231. https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18354