Considerações acerca do desenvolvimento do poder político em Montes Claros – Minas Gerais (1832 – 1982) DOI 10.5216/o.v12i2.18346

Autores

  • Danniel Ferreira Coelho Unimontes
  • Ilva Ruas de Abreu Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18346

Palavras-chave:

história política, hegemonia, eleições municipais

Resumo

O presente artigo tem como objetivo discorrer acerca do exercício do poder dentro do contexto da chefia da municipalidade em Montes Claros, no norte de Minas Gerais, e demonstrar, através de uma sistemática revisão bibliográfica, como a hegemonia do grande capital rural se deu através dos anos, e como este entra em crise nas eleições municipais de 1982.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danniel Ferreira Coelho, Unimontes

Sociólogo, Mestrando em História, atualmente ocupando cargo de secretário adjunto de Desenvolvimento Social do municipio de Montes Claros

Ilva Ruas de Abreu, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Economista, Doutora pela Universidade Federal de Minas Gerais e chefe do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Montes Claros

Downloads

Publicado

20-12-2012

Como Citar

Coelho, D. F., & Abreu, I. R. de. (2012). Considerações acerca do desenvolvimento do poder político em Montes Claros – Minas Gerais (1832 – 1982) DOI 10.5216/o.v12i2.18346. OPSIS, 12(2), 174–189. https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18346

Edição

Seção

Dossiê História Política do Brasil: historiografia, história e memória