Limites da formação profissional policial militar: o caso Ronda do Quarteirão DOI 10.5216/o.v12i2.18338

Autores

  • Lara Abreu Cruz Universidade Estadual do Ceará (UECE)
  • Maria Glaucíria Mota Brasil Universidade Estadual do Ceará (UECE)

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18338

Palavras-chave:

Segurança Pública, Formação Policial, Ronda do Quarteirão, Poder, Disciplina

Resumo

A proposta deste artigo é apresentar uma análise dos limites e possibilidades da formação profissional de policiais militares no Brasil a partir de um estudo feito sobre a implantação de um programa de policiamento, com feições comunitárias, no Estado do Ceará: o Ronda do Quarteirão. Nosso objetivo é verificar o modelo de polícia presente no ensino e treinamento profissional dos futuros soldados da Polícia Militar do Ceará (PMCE). A análise aqui proposta baseia-se na documentação relativa aos currículos dos Cursos de Formação Profissional (CFP) para soldados do Ronda do Quarteirão de 2007 e 2009, entrevistas com policiais formados nesses CFP’s e na realização de um Grupo Focal com profissionais que participaram no planejamento e execução dos Cursos. Identifica-se a realização de um ensino fragmentado e a manutenção de uma cultura baseada em valores rígidos e em uma hierarquia verticalizada e pouco afeita a crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lara Abreu Cruz, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Graduada em Serviço Social. Mestranda em Políticas Públicas e Sociedade pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Pesquisadora do Laboratório de Direitos Humanos, Cidadania e Ética (Labvida/UECE).

Maria Glaucíria Mota Brasil, Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Doutora em Serviço Social pela PUC-SP, professora da Universidade Estadual do Ceará (UECE), coordenadora do Laboratório de Direitos Humanos, Cidadania e Ética (Labvida/UECE) e do Programa de Mestrado Acadêmico em Políticas Públicas e Sociedade da UECE e Pesquisadora do CNPq.

Downloads

Publicado

20-12-2012

Como Citar

Abreu Cruz, L., & Mota Brasil, M. G. (2012). Limites da formação profissional policial militar: o caso Ronda do Quarteirão DOI 10.5216/o.v12i2.18338. OPSIS, 12(2), 326–344. https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18338