Antígono versus Eumenes ou a luta pela supremacia política nos primórdios da história helenística, 323-301 A.C. DOI 10.5216/o.v12i2.18331

Autores

  • Henrique Modanez Sant Anna Universidade de Brasília, Professor Adjunto

DOI:

https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18331

Palavras-chave:

Alexandre Magno, mundo helenístico, Diádocos

Resumo

Tradicionalmente, os primeiros vinte anos do período helenístico são vistos como um campo de batalha interminável, tendo os Sucessores de Alexandre, o Grande combatido inescrupulosamente pelo poder político. Este artigo procura sistematizar as evidências disponíveis no intuito de mostrar que, ao lado da luta desenfreada entre os Diádocos pelo controle das satrapias houve, por parte de Antígono da Macedônia (Monophtalmos ou “o Caolho”), um projeto político (fracassado, no fim das contas) nos primeiros 20 anos de história helenística, o qual objetivava reestruturar o Império e acomodar as tensões da melhor maneira possível. Houve, antes de Antígono, uma primeira reorganização imperial feita sob Perdicas, regente ou quiliarco, e um segundo acordo levado a cabo em Triparadeisos, na Síria, que firmava já razoavelmente a posição dos generais cujos sucessores viriam a se tornar parte das dinastias helenísticas (os Antigônidas na Macedônia e no mundo grego, os Lágidas no Egito e os Selêucidas na Ásia); ambos antecederam (e de certo modo forneceram as bases para) a tentativa de Antígono após a sua vitória sobre Eumenes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Modanez Sant Anna, Universidade de Brasília, Professor Adjunto

Historiador de formação, Henrique M. de Sant'Anna especializou-se no estudo do mundo helenístico-romano. Professor adjunto de história antiga da UnB desde 2011, lidera o grupo de pesquisa "Política e sociedade no mundo greco-romano", cadastrado no DGP-CNPq no mesmo ano de sua nomeação. Obteve a Fellowship in Hellenic Studies do Harvard Center for Hellenic Studies, sendo um dos membros eleitos para o ano acadêmico de 2012-13. Autor de "Alexandre Magno - a paixão da guerra" (Coimbra, Imprensa da Universidade, 2011), publicou cerca de 15 artigos, notas breves e resenhas em revistas científicas arbitradas, tais como Ágora (Aveiro), Revista de História das Ideias, Cambridge Classical Review e Bryn Mawr Classical Review.

Downloads

Publicado

20-12-2012

Como Citar

Sant Anna, H. M. (2012). Antígono versus Eumenes ou a luta pela supremacia política nos primórdios da história helenística, 323-301 A.C. DOI 10.5216/o.v12i2.18331. OPSIS, 12(2), 232–246. https://doi.org/10.5216/o.v12i2.18331