Parasitos intestinais: elevada prevalência de Giardia lamblia em pacientes atendidos pelo serviço público de saúde da região sudeste de Goiás, Brasil

Wanessa Ferreira Borges, Franciele Maia Marciano, Heliana Batista de Oliveira

Resumo


O presente estudo teve como objetivo levantar dados sobre a incidência de parasitos intestinais em pacientes atendidos pelo serviço público no Hospital Municipal de Cumari, Goiás. Os exames parasitológicos foram realizados entre janeiro de 2002 e dezembro de 2008, pelo método Hoffmann, Pons e Janer ou por sedimentação espontânea. Das 1.029 amostras analisadas, 373 (36,2%) apresentaram ovos ou cistos de parasitos, entre os quais foram encontradas espécies como: Giárdia lamblia, Entamoeba coli, Hymenolepis nana e Strongyloides stercoralis. Giardia lamblia merece destaque por ter apresentado elevada prevalência, que se manteve constante durante os seis anos de estudos, e pela elevada incidência encontrada nas diferentes faixas etárias, em média 33,6% (n = 346). Os elevados índices de giardiose podem estar associados a provável contaminação da rede pública de abastecimento de água, visto que este protozoário resiste à ação do cloro adicionado à água tratada. Esta prevalência é semelhante aos dados registrados em outras publicações e, nestes casos, é recomendada a implementação de políticas públicas de saúde que visem ao controle destas enteroparasitoses.


Palavras-chave


Giardia lamblia; Parasitoses intestinais; Serviço Público de Saúde; Goiás.

Texto completo: PDF

Logotipo do IBICT
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.revistas.ufg.br/index.php/iptsp


Visitantes: contador de visitas