Administração endovenosa de antibióticos e resistência bacteriana: responsabilidade da enfermagem

Heloisa Helena Karnas Hoefel, Liana Lautert

Resumo


O sucesso da terapêutica com antibióticos e o desenvolvimento da resistência bacteriana dependem de diversos fatores, sendo que os relacionados ao cuidado de enfermagem são o seu preparo e a sua administração. Objetivo: realizar uma revisão da literatura sobre falhas na administração de antibióticos analisando sua possível influência na resistência bacteriana. Delineamento: realizada uma pesquisa bibliográfica das fontes do LILACS e Medline. Métodos: realizada revisão bibliográfica sistematizada com pesquisa de artigos de 1994 a 2005 na Internet usando-se os seguintes descritores juntamente com enfermagem: resistência bacteriana, controle de antibióticos, infecções hospitalares, administração de medicamentos, erros de medicações e eventos adversos. Foram selecionados 58 artigos que apresentaram correlação com a enfermagem e/ou eram básicos na fundamentação brasileira ou internacional. Resultados: Foram descritos aspectos gerais sobre a resistência bacteriana, antibióticos e custos incluindo estratégias para prevenção da resistência e classificações de erros utilizadas internacionalmente. Conclusões: Baseado nesse conhecimento são recomendadas intervenções para implementação do cuidado de enfermagem prático e seguro.


Palavras-chave


Erros de medicação; Enfermagem; Agentes antibacterianos: administração & dosagem; Erros médicos: enfermagem; Composição de medicamentos: efeitos adversos; Resistência bacteriana a drogas; Infecção hospitalar: microbiologia.

Texto completo: PDF


Licença Creative Commons A Revista Eletrônica de Enfermagem foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Unported.

Logotipo do Ibict